Filmes

Quarteto Simbólico

 

 

Primeiro curta-metragem de Josias Teófilo, Quarteto Simbólico trata da arquitetura de Delfim Amorim e o Recife contemporâneo. O filme foi exibido em mais de 40 festivais e mostras do país e recebeu o prêmio de melhor documentário de formação do Festcine no Recife, além de fazer parte do DVD Antologia do Cinema Pernambucano e do programa de matérias de faculdades de arquitetura.

Sinopse

Em 1910, Le Corbusier escrevia na Alemanha seu célebre ensaio sobre os olhos que não vêem as novas formas da arquitetura moderna. Cem anos depois, no Recife, a imensa obra modernista do arquiteto português Delfim Amorim permanece irreconhecida. O que para Le Corbusier era uma necessidade e uma projeção, agora é um debate sobre o patrimônio, a preservação, a herança. 

Diretor: Josias Teófilo

Produção: Cinemascopio

Roteiro: Josias Teófilo

Fotografia: Ítalo Sales e Josias Teófilo

Montagem: Josias Teófilo

Som: Nicolau Domingues e Guma Farias

Mixagem de som: Nicolau Domingues

Trilha sonora: Ana Lúcia Altino/ J. Brahms e Maurice Ravel

Ilustração: Fernanda Dusek

Design: Joaquim Olímpio

Com Luiz Amorim, Guilah Naslavsky e Geraldo Gomes

cartaz-quarteto-simbolico

Facebook
Twitter
LinkedIn
Follow by Email